Ateu, graças a Deus!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

O contexto seletivo dos cristãos 2

Filed under: Ateísmo, Bíblia, Deus, Religião, Sem noção, Uncategorized — Lealcy B. Junior @ 22:32:53

20120125-233236.jpg

quinta-feira, 5 de março de 2009

Doutrinação agnóstica

Filed under: Cristianismo, Humor, Uncategorized — Lealcy B. Junior @ 11:56:57

Queremos garantir que nossos filhos cresçam agnósticos.

Queremos garantir que nossos filhos cresçam agnósticos.

SMBC-COMIC

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Filed under: Uncategorized — Lealcy B. Junior @ 17:19:42
Fé - Não tão efetiva quanto dois centímetros de vidro à prova de balas.

Fé - Não tão efetiva quanto dois centímetros de vidro à prova de balas.

terça-feira, 17 de junho de 2008

A maldita raça dos homossexuais

Filed under: Amor cristão, Ateísmo, Crítica, Cristianismo, Sem noção, Teocracia, Uncategorized — Lealcy B. Junior @ 20:33:29

Meu amigo André (lanterna verde) mandou um link para um tópico na comunidade “Evolucionismo vs Criacionismo” sobre o deputado carioca Edino Fonseca, acompanhem:

Conspiração homossexual e Darwinismo
André Petry
Eis uma conspiração

“Homossexuais se julgariam num estágio avançado do gênero humano e manipulariam o evolucionismo de Darwin para dar um verniz científico a sua orientação sexual”

O deputado estadual Edino Fonseca exerce seu primeiro mandato na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro. Ele tem 58 anos, é casado, pai de duas filhas e pastor da Assembléia de Deus. O deputado parece achar que há uma conspiração homossexual contra a humanidade. E, para barrá-la, apresentou um projeto de lei originalíssimo: cria o serviço de atendimento psicológico para “homossexuais que queiram voltar à heterossexualidade”. O projeto acaba de avançar novo passo rumo à aprovação definitiva. Por 4 votos a 1, passou na comissão de combate à discriminação da assembléia. O deputado faz questão de dizer que o tratamento psicológico seria “voluntário” e que sua posição não tem motivação religiosa. Reconhece que, no dia-a-dia de sua igreja, percebeu a “verdadeira avalanche de gente” querendo deixar de ser gay. “Acontece que nos templos se cuida da alma, e os homossexuais têm um problema psicológico”, diz. “O templo não é lugar para cuidar da psiquê das pessoas”, arremata, transformando em tônica a última sílaba em psique.

Entrevistando-se o deputado, vislumbram-se os contornos da tal conspiração homossexual:

– O senhor acredita que apoio psicológico é capaz de reverter a homossexualidade?

– Claro. Não acredito que haja uma nova raça.

– Raça?

Os líderes homossexuais acreditam que o homossexualismo é uma raça, vertente da evolução da espécie. São os mesmos que querem ensinar a tese de Darwin nas escolas.

– O senhor acha que não se deve ensinar Darwin nas escolas?

– Pode ensinar. Mas não é suspeito que os que defendem que os homossexuais são uma nova raça sejam os mesmos que defendem Darwin? É muita coincidência.

No entendimento do deputado, portanto, os homossexuais militantes se julgariam num estágio avançado do gênero humano e manipulariam a teoria evolucionista do naturalista inglês Charles Darwin (1809-1882) para dar um certo verniz científico à sua orientação sexual. Há mais:

– O senhor é contra o casamento gay?

– Sim, porque o fundamento do casamento é a preservação da espécie através da procriação. Mas se eles querem viver juntos, não vejo problema.

– E se um casal gay quiser adotar uma criança?

– Por que eles querem adotar? Por que sempre querem adotar crianças com menos de 12 anos?

– Por quê?

– Vou lhe mostrar. É porque o cérebro se desenvolve até os 12 anos. Até os 12 anos, então, a chance de que a criança se torne homossexual é grande, mas depois dos 12 anos não. Por que eles não adotam com 15 anos?

– Mesmo casais heterossexuais preferem adotar crianças menores.

– Muitos não. O Garotinho mesmo (refere-se ao ex-governador Anthony Garotinho) adotou já grandes.

O que chama atenção é o fato de que a Assembléia Legislativa do Rio esteja aprovando, comissão após comissão, o projeto de Edino Fonseca, cuja base é uma suposta manipulação do darwinismo e, ainda, o fato de que homossexuais, quando adotam uma criança, fazem-no com a clandestina intenção de, digamos assim, preservar sua espécie.

Eis a conspiração dos gays, esses invasores do nosso planeta. É dose.

O autor do tópico se identifica como Hermínio ..

Coloquei em negrito as melhores pérolas.

Repito o que concluiu o autor do tópico: É dose. E ainda acrescento um puta merda!

terça-feira, 22 de abril de 2008

Fazendo a diferença conversando pelo MSN

Filed under: Uncategorized — Tags:, , — Lealcy B. Junior @ 16:10:51

A Microsoft lançou a algum tempo atrás uma iniciativa muito boa envolvendo anúncios e usuários do MSN (Windows Live Messenger).

Funciona assim: A Microsoft disponibiliza uma lista de entidades beneficientes, todas elas possuem um código. Você então escolhe o código de uma e coloca no seu apelido, assim toda vez que você estiver logado no Windows Live Messenger a Microsoft doa parte dos recursos arrecadados com propaganda para essa entidade.

Os códigos são os seguintes:

*red+u Cruz Vermelha Americana
*bgca Clubes de Meninos e Meninas da América
*naf Fundo Nacional (americana) contra a AIDS
*hsus Sociedade Humanista dos Estados Unidos
*9mil ninemillion.org
*mssoc Sociedade Nacional (americana) contra a Esclerose Múltipla
*sierra Sierra Club
*unicef UNICEF
*help StopGlobalWarming.org
*komen Susan G. Komen para a Cura do Câncer

Assim por exemplo se, como eu, você escolher a Unicef, basta você adicionar *unicef em qualquer parte do seu apelido (tem que ser no apelido, não na mensagem pessoal). Por exemplo, se o seu apelido for José da Silva, basta você colocar José da Silva *unicef. Se fizer corretamente, aparecerá no seu apelido um ícone do i’m em verde.

Para ficar mais bonito eu coloquei na frente do meu apelido, então ficou i’m José da Silva.

Você pode ter mais informações sobre essa iniciativa em i’m MAKING A DIFFERENCE.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: